sábado, 22 de julho de 2017

Fundo;

Estou tentando
Juro que estou tentando
Estou tão longe
Não consigo ouvir sua voz
Você chama por mim?
O frio me beija
A escuridão me abraça
Já não sinto mais A neve está caindo
São lágrimas de gelo
Que esvaíres meu peito
Não consigo respirar
O ar está denso
Tento me agarrar nas tuas lembranças
Mas aos poucos elas se desfazem na neblina
Cambaleando...
O abismo me soa familiar
Me convida para um passeio
Se eu for, você não conseguirá me alcançar


quarta-feira, 28 de junho de 2017

...




Dói
Ter que fingir que está tudo bem
Ter que continuar sorrindo
Ter que esconder a dor
Quando o sol vai embora
As lágrimas podem brotar
É o momento em que o coraçã
Pode falar, pode se expressar
Respiração profunda
O alívio de poder sentir a dor

segunda-feira, 5 de junho de 2017

...

Você me disse que ficaria
Tirou-me da zona de conforto
E por pouco não me perdi
Em teus dotes
No balançar dos teus cabelos
No dançar do teu sorriso com o vento
- Fica o inverno está chegando
Na melodia embriagante que saí de tua boca
Benditas são as tuas cordas vocálicas
Que me deixa extasiada
Se fosse pelo pão de cada dia
Juraria um amor assim, desses de carnaval
Mas o pão não se faz todo dia
Nem ao meio-dia juras amor por mim
Ou por nós
O carnaval passou, mas tu ainda insiste em ficar no meu peito
Não tem jeito
Terei que velar por você
Até o fim
Dizendo
Posso ser seu agasalho
Mas tu sabe, meu pequeno grande universo
Que não cabemos mais em nós
O pão não existe, teu alento já se foi
Não existe mais um nós

quinta-feira, 18 de maio de 2017

Caiu?

Muitas coisas estão passando pela minha cabeça 
A vontade de desistir cada vez mais está maior,
E eu já não sinto mais todos comigo,
Eu que abandonei? Ou eles me abandonaram?
Tento sorrir, mas parece difícil, algo quase impossível e o que doí é,
Eu sei sorri... Mas meu rosto não responde o comando,
O coração está apertado e a liberdade distante.
Talvez se eu parasse de existir,
A dor iria embora?
Provavelmente não...
O Abismo familiar sorrir,
Com lábios cheios de promessas e olhos brilhantes...
O sonho de princesa não pertence a mim.


domingo, 14 de maio de 2017

terça-feira, 14 de março de 2017

Treze do Três;



Hoje renasço
Da luz bendita que me guia
Me refaço
Terra, fogo, água e ar
Sou o quinto elemento
Sou a luz e o amor Divino
A estrela de Davi e o povo do Cruzeiro
Me guia na escuridão
O menino Jesus está em minha frente
Do meu ventre surge o sangue para fertilizar a Terra
Minhas lágrimas são como a chuva, que enche os rios
Que trazem a calma nos dias secos
Se alegre eu fico o Sol resplandece
E as Ondinas cantam, cantam, cantam
A Lua governa as minhas fases, fazendo dos meus ciclos serem perfeitos
Tenho em minha guarda
Oxossi e seus Cavaleiros de Luz
Caboclo Águia Doura junto ao Cacique Mata Fechada, limpam a minha estrada
Em minha companhia Vovó Maria Conga das Pedreiras,
Me coloca para dormir, me conta historias para eu refletir
Minha fortaleza é nas Pedreiras
A sagrada Mãe Maria, me cria
E em teu colo Mãe Kuan Yin me faz adormecer
Nos ventos da minha Mãe Guerreira Iansã aprendo a ser forte como um trovão
Minha madrinha é Oyá
Quem me resguarda é o Dragão Vermelho
Lord Ganesha vem me ajudar a vencer cada obstáculo que eu encontrar
Brinco de sereia nas águas da Rainha Yemanjá
Mas se por um acaso do meu caminho eu desviar
Pai Xangô me busca e me mostra o caminho que devo retornar
Meu Divino Pai Seta Branca, me doutrina toda vez que for preciso me mostrando os três pilares
Amor, Humildade e Tolerância
É ele, mandado por Deus Pai Mãe que veio me amparar nessa jornada
Em tua tribo, junto aos grandes Iniciados, povo bendito de Deus
Mãezinhas e Paizinhos de Luz, me ensinando o evangelho aonde quer que eu vá
A vida de Deus é a minha vida
A Rainha de Sabá e Rei Salomão, me conduzem na alta magia
E se por um acaso eu errar
A Agla Koatay 108, com todo seu amor vem me orientar
Com seu Sínstro a grande Sacerdotisa Ísis me norteia
Os curandeiros me curam, das dores do plexo físico e da alma
Equilibrando os três reinos da natureza
O Olho de Hórus me dá a direção
Anjos, Serafins, Arcanjos, Principados e Querubins
Me trazem tudo aquilo que preciso em minha jornada
Lobo, meu querido e amado companheiro
Me ensina e direciona no Caminho Sagrado
A grande Fraternidade Branca com teus Setes Raios Solares
Vem me aconselhar
Junto com minha família Estelar
Meus respeitos com ternura a todos aqueles que vieram me auxiliar
Me fazendo cada vez mais está próxima a Fonte
EU SOU, EU SOU, EU SOU



terça-feira, 27 de dezembro de 2016

Te liberto;



Lembrar-me-ei dos beijos que tua alma me deu

Das carícias que cada palavra tua me fez

Dos doces gestos que teu olhar me deu

Lembrar-me-ei do amor que cada palavra silenciada sua

Quis gritar por mim

Amor de almas, amor de carne

Ou só simplesmente, amor

Não me esquecerei de momento algum,

O quanto tu me fizeste sua,

Nas lacunas que foram preenchidas

Com teu sorriso, teu cheiro

Com teu jeito de ser

Não me esquecerei,

Do grito abafado de tua alma

Querendo amar a minha alma

Em meu coração terá um lugar para você

Mas por hoje, não quero mais te ter

Te liberto

Te liberto de mim

E desse amor que não pode te suprir 


Por breves minutos, acreditei que poderia ser
Esses minutos se tornaram eternos 
Eternos momentos que ficarão
Ficarão gravados em meu coração 
Meu doce homem, 
Pertencerei sempre no mesmo lugar
Caso sentir saudade, 
Sabe onde encontrar
Aquela que te amará como se não houvesse
e nunca haverá o amanhã